Google+ Followers

quarta-feira, 15 de junho de 2011

O RINOCERONTE

Ficaram
os murmúrios e ressonâncias-
Dele,
sobram-lhe as patas,
pesa-lhe o monumento:
todos o respeitam.
-quem sabe de seu sentimento
comprimido por capa grossa
de pele e dobras?

Desejou ser um pássaro,
hoje mais pesado em sua solidão.

Sem saber que aí está
sua impossibilidade,
quis o vôo ( que se desenhou em seu pensamento),
para além do coração.

Nenhum comentário:

Postar um comentário